quinta-feira, 1 de novembro de 2007

Bomba de lixo explode junto da Praia do Trafal.

Image Hosted by ImageShack.us


Dia 1 de Novembro de 2007, decidi fazer um pouco de corrida para os lados da praia do Cavalo Preto. Entretanto fui até à praia do Trafal e parei um pouco na concessão que está nesse local. Acabei por virar de rumo e fui pelos pinheiros, (devia estar adivinhar que ia apanhar algo deste tipo pela frente). Quando chego a uns 40 metros atrás da concessão encontro este "atentado ambiental". Não quero saber quem foi, simplesmente pergunto onde andam as patrulhas ambientais que patrulham aquela zona. Depois querem que as pessoas façam desporto, se no pulmão da cidade não existe vigilância nenhuma...

Muita coisa tem que mudar na nossa Cidade.

13 comentários:

Gabriel disse...

sim senhor gostei desta! parece a festa foi forte! Foi sorte teres encontrado esse atentado... Acho bem que se saiba acerca de uma "alarvidade" dessas. Viva Portugal!!!

João Santos disse...

Nunca esperei encontrar tal "achado" ainda por cima numa zona daquelas, em que muita gente vai correr e passear.

Enfim... Tinha que ser o CDA a descobrir.

Anônimo disse...

De certeza João que o nosso Presidente de Junta que tanto desporto aparenta fazer não passa por esses lados.
Só temos o que merecemos !!!

João Santos disse...

Questão até não é essa do Presidente da Junta fazer ou não fazer desporto para aqueles lados. Se fosse assim também podiamos apontar o Ezequiel Tomás que andam sempre por lá a correr. A questão não é essa.

A questão é onde andam as autoridades competentes que patrulham aquela zona? Como é que deixaram aquilo acontecer?

Estou certo que a autoridade competente não é o CDA de certeza absoluta.

Abraços.

Anônimo disse...

Quem é essa tão misteriosa entidade competente ???

Anônimo disse...

Não me venham com tangas que quem tem de puxar pelos galões e mandar verificar a situação em que nos encontramos são aqueles que foram escolhidos pelo povo.
Sejam eles quem forem !!!
O que é certo é que em Vilamoura não encontras nada disto e quem lá mandam tambem são pessoas de carne e osso.
Logo temos de acabar com falinhas mansas porque queremos defender este ou aquele partido, porqu no meu entender o que deveriamos defender é a nossa TERRA.

João Santos disse...

http://www.almargem.org/

Guarda Nacional Republicana

Brigadas ambientais (andam sempre ai de jipe).

Penso eu... Se estou errado pois que falem.

Abraços

João Santos disse...

No meu entender não se está a defender partidos, simplesmente em Quarteira as pessoas falam da boca para fora e não têm cuidado com o dizem. São aqueles que viveram o tempo da liberdade eufórica. Não pensam um pouco antes de falar.

Hoje em dia o problema é o civismo das pessoas, essa questão já faz parte da estrutura da sociedade Portuguesa e é complicado mudar essas coisas. Se em Vilamoura foi desenvolvido uma espaço que visa o turista e pessoas com alguns € claro que não vamos encontrar por tudo com que é canto cenas destas.

Mas as pessoas são de carne e osso na mesma, concordo. Mas o civismo não é o mesmo daquelas que pessoas que foram para o Trafal e deixaram aquilo naquela pouca vergonha.

Mas depois pergunto... Onde andam as autoridades competentes que patrulham aquela zona? GNR, o pessoal do Almargem, as brigadas ambientais? Não viram aquilo? É PORQUE NÃO PASSAM LÁ!

Foi preciso ser o CDA a passar.

Abraços.

Anônimo disse...

Falas em liberdade euforica, essa é do meu tempo e não do teu.
Falas em civismo, pois tenho quase certeza que quem fez isto não era de Quarteira.
Já agora diz-me só 1 canto onde vez isto em Vilamoura.

João Santos disse...

É verdade... Mas pertence à História logo é de todos.

É verdade, podemos apontar uma comunidade cigana como culpada, mas quem tem provas?

Em Vilamoura não se vê... É verdade. Devido ao facto de Vilamoura ser um destino turistico de eleição... Penso que isto diz tudo, não concorda?

Abraços.

Artur Domingos disse...

Apenas 4 dias depois estou a responder a este tema, pode ser tarde mas é correcto que o faça.

Sendo um defensor do desporto para todos e do contacto com a NAtureza, uso muitas vezes aquele espaço para treinar e levar alguns atletas a treinarem, qual foi o cartão de vizita que lhes apresentei mesmo sem saber? O exposto e muito bem nas fotos.

Quem foi? Quem fez aquilo? Isso não é o importante neste momento, o importante é recuperar a zona, essa sim é a importância.

Quem é responsável? Todos nós temos as nossas responsabilidades, primeiro se não avisarmos e não comentar-mos.

Vou treinar e passar por lá assim ja vejo como está a situação. Até já.

Anônimo disse...

Ninguem falou em ciganos, o que é certo é que a uns bons anos a esta parte todos nos temos visto por estas bandas carinhas de turistas de pé descalço.
Aí dou-te toda a razão será que as autoridades foram fiscalizar se essas carinhas/tendas estavam dentro da legalidade ao estarem a acampar nesta zona.
Agora não me parece que seja da responsabilidade da GNR verificar o estado de limpeza da zona.
Já agora porque não defender-os um turismo de elição para Quarteira, se for preciso contribuir monetariamente para que isso se verifique eu alinho, pois estou a ver que brevemente terei de ir "emigrar" para a serra para poder criar o meu filho em condições digna e com segurança.
Já agora deixo um apelo para aqueles que defendem que é melhor a implementação de alarmes em vez de uma segurança privada digna do local.O Centro de Saúde foi assaltado na semana passada.E ainda falta os cigano. Realmente é preciso ter muita falta de consideração por parte de quem aqui vive e deixar esta zona ao abandono. E não irá parar por aqui deixem lá o mocinhos saberem dos computadores que se encontram dentro da escola. Será uma papa.
Bom trabalho João !!!

scott disse...

So pra quem nao sabe:no Almargem sempre se encontraram atentados à natureza desse tipo,so que em vez de o lixo estar todo junto estava espalhado..desta vez fizeram o favor de o juntar pros coitados que o vao apanhar.Quem fiscaliza esta mais preocupado concerteza em espiar os jovens que vao la namorar,talvez tenha sido por isso que fizeram o quartel ainda mais perto.Antes achava k os donos dos terrenos faziam mal em privar-nos de usufruir daquele espaço verde mas ja entendo melhor,ninguem gosta de ver a sua terra violada desta maneira ainda por cima por visitantes instantaneos.