segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Plano de Pormenor do Centro Cultural de Quarteira...

"A Câmara Municipal de Loulé prepara-se para viabilizar o Plano de Pormenor do Centro Cultural e Parque de Estacionamento de Quarteira (PPCCPEQ).
Para quem não sabe o que está em causa é o destino a dar ao espaço de cerca de 1,5 Ha,onde todas as Quartas-Feiras se realiza o mercado das frutas e legumes, na Avenida Sá Carneiro.

O que está, e sempre esteve, em causa, é a utilidade a dar àquele espaço.

Você, cidadão de Quarteira, tem o direito a ser informado e a fazer-se ouvir antes da decisão que a Câmara se prepara para tomar relativamente àquele terreno, venha à reunião pública da Câmara que terá lugar na Quarta-Feira."

in, Blogue dos Vereadores, 26/11/07

..........................................................................................

Sem dúvida, um equipamento que a nossa cidade merece há muito tempo, a visão da CML em partilhar pormenores do plano com os cidadãos já é muito importante. Eu pelo menos, como Quarteirense agrada-me essa transparência. Tenho pena de não estar presente nessa reunião, em todo o caso deixo aqui a data. Quarta-Feira, dia 28, a partir das 14:30 apareça na Junta de Freguesia de Quarteira.


5 comentários:

Anônimo disse...

sabem o que vos digo krt n e nenhum centro comercial para andarem a fazer parkes de estacionamento a toa! krt percisa sim de algo k entretenha os turistasa e os cidadaos! meux amigox krt percisa de melhores koisas do k um parke de estacionamento isso e um desperdicio de dinheiro ate porque nakele lugar tao espaçoso ope da praia podiam meter um centro comercial ISSO sim seria uma coisa boa! agora estacionamento em krt? issu e para que? para dizerem ke tao a fazer algo por krt? tenhao do!

João Santos disse...

Parece que o anônimo não conhece os problemas de estacionamento que existem em Quarteira durante os meses de Verão.

Acho que devia de repensar aquilo que escreveu.

Abraços.

Anônimo disse...

Antunes Dias
Realmente existe coragem pra tudo, até a quem diga que não há falta de estacionamento em Quarteira.
Talves ande de bicicleta ou mesmo a pé, porque se ainda não passou pelas avenidas e não viu os sinais de proibição de estacionamento em plena avenida é porque se é muito cego.
Segundo me constacto o parque projectado para aquela zona até vai ser demasiado pequeno para as necessidades, e se poderem aceitar uma sugestão façam se possivel dois ou mais pisos subterrâneos para estacionamento e um maravilhoso jardim com espaços verdes para se poder passear e relaxar, os turistas vêm cá pra ir para a praia e não pro jardim nem pro centro cultural que tanta falta faz á nossa população.
Venham daí esses equipamentos para poder saudar o bom trabalho que o Sr. Presidente pretende fazer em Quarteira.
Cumprimentos

Carlos disse...

O parque que vão querer construir não vai certamente resolver o problema do estacionamento. Assim que for concluido já vai estar subdimensionado e o problema continuará.
O oriblema do estacionamento é um problema de fundo e é preciso muita coragem polotica para tentar resolver esse problema. Alguma cidades europeas conseguiram resolver este problema, basta ir a Granada para ver uma solução possivel.
Para aquela área estacionamento só em caves, apartir do piso 0 outras finalidades, jardins, zonas pedonais, vegetação, algumas estruturas de serviços necessárias a Quarteira como por exemplo: cartório, registo comercial e predial, etc.

António Almeida disse...

Oh Carlos! que boa intervenção a sua! Inteiramente de acordomas há um "pequenino problema": - Não estamos em Espanha!
Aqui Carlos; todo o que politicamente será decidido para esse grande espaço respeitará, primeiramente os interesse imobiliários e o elevado custo do m2; as áreas de cedência irão ser regateadas ao milímetro e até os espaços que a autarquia aí possui podem vir a ser cedidos à especulação!
Devem os cidadãos estar atentos e defender o espaço público; exigir o cumprimento da dotação de espaços para equipamentos sociais, em função da capacidade de edificação do local e não permitir que sejam reduzidos os espaços de parqueamento por fogo a edificar. Em suma: Talvez sobre um "espacito" para equipamentos públicos, se aceitarmos que sejam as lei do mercado a falar mais alto neste caso!
Pode ser muito instrutiva esta sessão pública, em todos os pontos de vista, sobre um assunto a seguir de muito perto por quem se interessa pela Sustentabilidade de Quarteira!