sábado, 21 de junho de 2008

Curso de Direito em Quarteira! Situação muito confusa!!!



Voltando ao assunto do Curso de Direito em Quarteira, após uma visita por blogs aqui da zona, não entendo qual é o problema. No blog "Calçadão de Quarteira" encontrei;
"O Calçadão pode acrescentar que, no final de Maio de 2007, o Ministério do Ensino Superior retirara à Universidade Internacional o reconhecimento de interesse público, requisito indispensável ao seu funcionamento, com a seguinte justificação:

"Nas informações elaboradas pela Direcção-geral do Ensino Superior referentes à Universidade Internacional de Lisboa e à Universidade Internacional da Figueira da Foz ficou provado que estes estabelecimentos não possuem as condições mínimas exigidas pela lei para continuarem a ser reconhecidos como instituições de interesse público, requisito indispensável de funcionamento".

E acrescentava: "Com efeito, nem estão em funcionamento os cursos exigidos por lei nem, relativamente aos cursos abertos, o corpo docente cumpre os requisitos mínimos indispensáveis".



"Quem quer impedir o Curso de Direito em Quarteira? Nos últimos dias, têm surgido muitas notícias na comunicação social nacional pondo em causa a legalidade da instalação do Curso de Direito em Quarteira, pela mão da Universidade Internacional."

in,CDQ e VDQ, Junho de 2008
.....................................................................

Mas de acordo com a portaria n.º 1300/2007, de 2 de Outubro o Curso e outros têm a aprovação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. Entrada em vigor desta portaria a 24 de Setembro de 2007 e com efeito imediato.

"O Calçadão pode acrescentar que, no final de Maio de 2007, o Ministério do Ensino Superior retirara à Universidade Internacional o reconhecimento de interesse público, requisito indispensável ao seu funcionamento."

Mas afinal já tem aprovação para continuar e até já existem vagas afixadas...


Penso que a questão do Jornal a Voz de Quarteira é bem colocada, após analise destas informações; "Quem quer impedir o Curso de Direito em Quarteira?"

2 comentários:

Camila disse...

Olá João.

Aqui leio que "pode ser que sim", no calçadão "é garantido que não".

Em que ficamos afinal?

É que podem existir já "bolseiros" na calha.

Abracinho p'ar ti.

;)

Camila

João Santos disse...

Cara Camila,

Estou a seguir o que dizem os documentos que chegaram a público que falam acerca desta situação.

Embora não acredite em tudo os que os jornais dizem há quem o faça! Mas costumo ser mais ponderado. Esta questão ainda vai dar muito que falar.

Abraço,
João Santos