quarta-feira, 19 de setembro de 2007

O Charco - Parte VI


Estava um dia solarengo, uma leve brisa vinha ao meu encontro, nisto tudo ouvi a voz de uma pessoa a perguntar a outra onde era a Segurança Social. Ao reconhecer a voz da pessoa que respondia como a do Presidente da Junta de Quarteira decidi ir à rua. Nisto encontro os funcionários da CML a alcatroar o "charco" que de charco já não tem nada. Interessante o facto desta "Obra de Estado à Quarteirense" tivesse presente o Presidente da Junta no momento do acto. Pronto... Todos temos as nossas prioridades, mas penso que foi para inspeccionar a operação. Mas pela maneira que a alcatroamento foi feito, só espero que não chova muito caso contrário teremos de novo outro charco mas desta vez causado pela água da chuva.

Mas deixo aqui uma última pergunta: Quanto tempo vai ficar no canteiro da árvore aquele monte de barro, alcatrão e pedras?

3 comentários:

Anônimo disse...

Já te devias ter habituado a esta péssima presidencia de junta que temos em Quarteira.
Já agora que desconfiu que o Sr. Presidente lei com atenção este blog deixo-lhe uma pergunta que gostaria de ver respondida onde ele bem entender: Porque razão o autocarro que a CML disse na inauguração da Escola da Abelheira ter comprado para servir os Quarteirense daí o nome inscrito no mesmo de "Cidade de Quarteira" estar neste momento a fazer serviço em Almancil e termos agora uma versão mais pequena dificultando o transporte das crianças que acabam por ir almoçar as 14:00 visto este ter de efectuar 3 viagens.
Quem dá com uma mão e tira com a outra não merece sequer ser intitulado de gente decente quanto mais de dirigente do que quer que seja.
Acordem Quarteirenses !!!

Anônimo disse...

O zézinho não tem capacidade para exigir o quer que seja.
Coisas como essas, do autocarro, ocorrem constantemente

João Santos disse...

Esse é um dos grandes problemas da nossa freguesia, estar constantemente dependente das ordens de Loulé, sendo a margem para a reivindicação muito pequena...